Quando o cachorro fica sozinho destrói a casa, por que isso acontece?


Cachorro fica sozinho

O cachorro fica sozinho e destrói a casa? Esse é um problema bastante comum. 

Qual dono de cachorro nunca voltou para casa depois de algumas horas de ausência e, ao chegar, percebeu que seu cão tinha extravasado toda a sua energia?

É comum que essas ações sejam vistas como uma espécie de rancor por deixá-lo sozinho.

E geralmente a reação mais natural é chamar o amigo peludo para uma conversa ou, às vezes, até puni-lo de várias maneiras. 

Com o tempo, esse tipo de acidente tende a piorar e as punições, geralmente, também.

Introdução à evolução do cão

Com exceção de casos raros, a maioria das raças de cães viram o seu nascimento e evolução com o objetivo de realizar determinados trabalhos.

Até poucas décadas atrás, realizavam suas atividades naturais ao ar livre e ao lado do dono. 

Com o qual passava a maior parte do tempo.

De acordo com a evolução da civilização, assistimos à mudança do papel do cão colega de trabalho para familiar. 

Passando do local onde realizavam as suas tarefas ancestrais para um novo local dentro das nossas casas. 

Até chegar aos dias de hoje em que é cada vez mais comum ver cães, mesmo de grande porte, viver em apartamentos que não dispõem de áreas exteriores como jardins ou terraços. 

Estamos falando de animais que, embora possam ter nascido em uma casa rodeada por humanos que cuidaram dele desde os primeiros dias.

Mantêm a capacidade e a vontade de fazer o seu trabalho inerente ao seu DNA.

E que, apesar disso, acabam morando em apartamentos que, por mais espaçosos que sejam, sempre representarão uma limitação para eles.

E nos quais terão muito poucas coisas que podem fazer sem se meterem em encrencas, por causar danos não intencionais.

Cachorro fica sozinho: O comportamento involuntário

Usei o termo involuntário não para indicar a “relutância” em realizar uma determinada ação.

Mas porque, para eles, o resultado dessa ação específica não representa um dano, como nós o entendemos. 

Por isso, não é correto castigar o seu cão depois de descobrir que ele destruiu algo.

Sem levar em consideração que ele é incapaz de ligar o castigo à ação que o ocasionou.

Manter seu cão ativo do ponto de vista físico e mental pode ser de grande ajuda para fazê-lo se sentir mais calmo e feliz.

Reduzindo muito a possibilidade dele se sentir frustrado e extravasar seu desconforto com ações destrutivas contra a casa e outros animais. 

Isso não quer dizer que, por exemplo, se você tem um Border Collie, você precisa levá-lo para pastorear rebanhos de ovelhas todos os dias, para que ele se sinta satisfeito.

cachorro passeando na coleira

A qualidade do tempo livre

Muitas vezes, as pessoas não compreendem porque ele se comporta desta forma, já que passa boa parte do dia no quintal…

Claro, a possibilidade de usar uma área ao ar livre é certamente uma vantagem, mas não é suficiente. 

Simplesmente porque é sempre o mesmo local, com pouquíssimas variações nos estímulos olfativos e nenhuma interação com outros animais.

A caminhada clássica

Um passeio clássico, talvez variando com uma certa regularidade o local de destino, realizado com uma guia longa, de forma que  permita ao cão explorar o ambiente estimulando os próprios sentidos. 

Certamente é um método muito eficaz e completo para satisfazer as várias necessidades do nosso cão.

Dependendo da duração da caminhada poderemos estimular os seus músculos.

A caminhada sendo feita em locais por onde passam outras pessoas e animais, você estará estimulando muito os seus sentidos, principalmente o olfato.

Além disso, se feito corretamente, será uma atividade que ele terá realizado colaborando conosco, o que é muito gratificante para os dois.

Sempre que possível, leve o seu cão a um local onde ele possa correr e explorar livremente, sem o uso de uma coleira.

Estradas rurais ou parque para cães são sempre boas opções para isso.

Jogos inteligentes

Além das atividades ao ar livre, é possível ocupar a mente do nosso cão por meio de jogos específicos, muito semelhantes a tipos de quebra-cabeças.

Eles exigem um certo grau de treinamento, bem como predisposição e vontade de executá-los. 

Você será o responsável por estimular o seu cão para que ele goste deste tipo de atividade e se divirta, para que da próxima vez ele queira voltar a brincar.

Por que cachorro destrói tudo quando fica sozinho?

Obviamente, nem todos reagem dessa forma e nem todos se sentem mal quando ficam sozinhos.

Mas quando isso acontece, ou melhor, em assuntos onde isso acontece, o principal motivo é a incapacidade de lidar com a solidão.

Essa dificuldade depende de muitos fatores.

Talvez a mãe do cão sofria de ansiedade de abandono e transferiu essa característica para os filhos.

Ele teve uma separação precoce da mãe.

Ou simplesmente tenha uma abordagem errada do hábito de ficar sozinha.

E então, conseguiu entender o que acontece quando o cachorro fica sozinho e por que ele não gosta?

Conta para nós nos comentários.

Pode te interessar:

Cão de apartamento: Conheças 7 raças ideais

Como Treinar Cachorro Filhote: 6 Dicas Essenciais Para Se Tornar Um Mestre

Como adestrar cão adulto? Veja esses 8 segredos essenciais

5/5 - (1 vote)