Conheça o cachorro Pequinês e saiba se ele é o cão ideal para você


Cão Pequines

O cachorro Pequinês era um símbolo sagrado para os monges chineses.

Sendo tão precioso, que seu roubo ou assassinato poderia até receber punição de morte.

Mas não se engane com essa aparência de leão e o seu pequeno tamanho.

Porque se os seus donos não impuserem uma boa educação e socialização, o pequinês pode se tornar um verdadeiro terror.

Origem do cachorro Pequinês

O Pequinês era o cão favorito da Casa Real Chinesa, tendo até uma equipe especial de servos para cuidar dele. 

Em 1860, o Imperador Xianfeng perdeu o Palácio de Verão de Pequim em um incêndio, devido à Segunda Guerra.

Desse modo, durante o incêndio no palácio ele escapou e deixou para trás os seus Pequineses, que acabou sendo resgatado pelas tropas anglo-francesas. 

Os dóceis animais foram então para a Inglaterra onde foi oferecidos a nobres e membros da aristocracia.

Foi a partir daí que o atual Pequinês nasceu, da linhagem desses cães.

Sua personalidade se formou quando viveu segregado na Cidade Proibida, sem nenhum contato com o mundo exterior. 

De tal forma que ele permaneceu por lá até 1894, onde a raça não teve nenhuma evolução evidente.

Foi apenas a partir desta data que ele foi apresentado pela primeira vez na exposição de Chester. 

Em 1898 foi estabelecido o primeiro padrão do cão pequinês e logo depois, em 1904, os ingleses criaram o primeiro Clube Pequinês. 

Ele começou sua escalada para o sucesso, tanto nos salões quanto nas exposições. 

Tudo graças à sua aparência física.

Personalidade do cão pequinês

Personalidade do cachorro Pequinês

O pequinês é um cão corajoso, leal, independente e quieto. 

Este pequeno cão é muito desconfiado e frio com estranhos, por isso tende a zelar pela sua família, além disso é muito apegado ao seu dono mas não o demonstra com grande entusiasmo. 

Ele não gosta de ficar sozinho, caso isso aconteça ele pode desenvolver um comportamento ansioso e destrutivo.

É um cão que exige respeito e gosta de receber um tratamento como um soberano, com honras e glória.

Porém, quem conhece e é dono de um Pequinês sabe bem que uma vez conquistada a sua confiança, a sua simpatia é irresistível, quando quer pode ser profundamente afetuoso.

Ele não gosta muito de exercícios físicos, na verdade, ao contrário de outros animais, por isso nosso amigo é muito sedentário e adora caminhar, passear e brincar de forma não muito prolongada. 

Um pouco de atividade física fora de casa não faz mal a ele, pelo contrário, além de ajudar que ele se mantenha em forma, ajuda a socializar. 

Devido à pouca necessidade de movimento, o pequinês é perfeito para pessoas idosas ou sedentárias.

Características físicas do Pequinês

O Pequinês é uma raça de cachorro de pequeno porte, onde a sua altura pode variar entre 15 e 23 cm para um peso ideal entre 3 e 7 kg. 

Esta raça possui detalhes únicos no gênero, como a pelagem constituída por uma dupla camada. 

A parte externa da pelagem é longa, áspera e densa, enquanto a parte interna da pelagem é densa, mas muito macia. 

As suas cores predominantes podem apresentar manchas de diferentes cores mas sua peculiaridade são os tons de laranja pálido tendendo ao marrom. 

O corpo é compacto, tonificado e moderadamente robusto, terminando com uma cauda alta e rígida decorada com franjas abundantes. 

A cabeça grande e larga é desproporcional ao corpo, os olhos são grandes, redondos e protuberantes, o focinho é curto e largo.

O pequinês possui um andar característico da raça, que pouco tem a ver com a sua personalidade, isso se deve às patas dianteiras curtas e arqueadas, em oposição aos membros posteriores mais longos e retos.

E então, gostou de conhecer um pouco mais sobre o cão Pequinês?

Conta para nós nos comentários.

Raças de cachorro que vão te interessar: