Cão com caspa? Vejas 8 causas e o que fazer


cão com caspa

Cão com caspa? Sim, até o nosso cachorro pode ter caspa no pelo.

Veja o que a caspa de cachorro pode causar e como eliminá-la.

Seu amigo tem flocos brancos na pele e pelo que estão constantemente causando coceira?

Explicamos a você o que pode causar a caspa em cães, um distúrbio que não afeta apenas os humanos.

A coisa mais importante a fazer é tentar entender quais são os gatilhos, a fim de encontrar a solução mais eficaz possível. 

Portanto, hoje vamos tentar responder à pergunta que muitos donos se fazem: O que fazer quando cão tem caspa? 

Aqui estão 8 gatilhos!

Cão com caspa: principais causas

1. Caspa de cachorro depende da dieta

Se o animal não se alimenta bem ou não bebe água o suficiente, sua pele não recebe a “nutrição” e a hidratação necessárias.

É por isso que a pele se desprende, formando caspa no cão.

Frequentemente, nesses casos, a caspa também vem acompanhada de desnutrição e da perda de pelo do cão .

Mudando e enriquecendo a dieta (especialmente ácidos graxos, como ômega 3 ) e fornecendo ao animal o suporte hídrico adequado, o problema é resolvido de forma natural.

2. Cão com caspa pode ter alterações hormonais

Alterações hormonais ou problemas endócrinos, como hipotireoidismo e desequilíbrio ovariano, também podem levar à formação de caspa no cão.

Apenas o veterinário será capaz de encontrar a cura certa para esse problema.

3. A caspa em cães depende da higiene

Entre as causas da caspa em cães, também encontramos a higiene deficiente ou higiene excessiva: ambos os comportamentos são incorretos.

Apenas banhos regulares (mas não excessivamente frequentes, pois podem eliminar completamente a sebo que hidrata a pele do cão) com produtos específicos para animais com pele sensível ou seca podem erradicar o problema.

4. A caspa de cachorro está relacionada ao estresse

O cão também sofre de estresse, principalmente quando é tratado como um ser humano e nossos hábitos lhe são impostos. Nesse caso específico, a caspa também pode estar associada a outros comportamentos anormais, como:

  • aumento da inquietação;
  • micção e defecação frequentes;
  • episódios de vômito.

Neste caso é necessário consultar um veterinário, que o ajudará a identificar as causas do stress do seu melhor amigo.

5. Alergia e caspa em cães

A alergia em cães pode ser causada por sua dieta, por contato ou por uma bactéria. Quando ocorre uma alergia, uma substância chamada histamina é liberada no corpo do cão, o que causa vermelhidão, coceira e descamação.

Nesse caso, somente a intervenção do veterinário pode ajudar a entender o motivo da caspa do cão e ajudar a encontrar o remédio mais adequado.

6. Cheyletiella (ou “caspa ambulante”)

Este parasita cutâneo, que põe seus ovos na pele, é um ácaro que é transmitido pelo contato com outros animais. Sua presença causa coceira muito forte e intensa.

Este ácaro é maior que os outros (é possível ver através de uma lupa) e é o responsável pelo que se chama de “caspa ambulante”: na pele do cão (mas também do gato), aparecem os ácaros como pequenas escamas que se movem entre os pêlos do animal.

Esse problema é resolvido apenas com produtos, que podem ser prescritos por um veterinário. 

Além disso, as pessoas (e outros animais) que moram com o cão também devem fazer o tratamento.

7. Caspa de cachorro e leishmaniose

A caspa canina é apenas um dos primeiros sintomas da leishmaniose, doença infecciosa e contagiosa causada por um parasita transmitido pela picada de pequenos insetos.

Essa patologia, que causa danos progressivos ao cão, será diagnosticada por um veterinário (com uma simples amostra de sangue) e deve ser resolvida o mais rápido possível, principalmente porque pode ser transmitida ao homem.

8. Dermatite bacteriana ou fúngica que causa caspa em cães

Na pele do cão, como na das pessoas, existem bactérias ou fungos. 

Quando estes se proliferam excessivamente, a pele do cão, assim como no caso da Cheyletiella.

Desta forma torna-se mais espessa para criar uma espécie de barreira protetora, que vai se soltando gradativamente à medida que as camadas superficiais morrem.

Forma-se assim a caspa, que pode ser erradicada com o uso constante, por um determinado período, de  antibacterianos, antifúngicos (na forma de xampus ou comprimidos) e desinfetantes específicos.

5/5 - (1 vote)