Será que os gatos podem tomar banho ou faz mal para eles? Veja


gatos podem tomar banho

Será que os gatos podem tomar banho?

Se você não tem uma raça de gato que gosta de água, certamente já sabe que o seu gatinho não gosta muito de tomar banho, não é mesmo? 

Mesmo assim, goste ou não, é recomendado que você dê um banho nele de tempos em tempos, principalmente se ele tem acesso à áreas externas. 

O banho vai ajudá-lo a eliminar a sujeira acumulada durante as caminhadas, para remover o excesso de pelos, se livrar de parasitas e também para limpar onde ele não consegue, durante os seus banhos de gato. 

Então se você quer saber mais se os gatos podem tomar banho e como isso deve ser feito, é somente aproveitar o nosso artigo, fizemos com todo carinho para vocês dois.

Os gatos podem tomar banho?

O gato é, por natureza, um animal muito limpo. 

Ele cuida de sua higiene com autonomia e precisão, dedicando-se diariamente às suas operações de limpeza. 

No entanto, é igualmente verdade que a sua pelagem pode necessitar de cuidados específicos e, por mais limpo que seja o ambiente em que ele vive, nunca ficará completamente imune à sujeira. 

E se o gato está acostumado a passear pelo jardim ou se aventurar pela vizinhança, o problema ficará ainda mais evidente. 

Além do acúmulo de sujeira, é preciso lembrar que a pelagem do gato pode estar sujeita a infestação por insetos e parasitas, como pulgas, carrapatos e piolhos, que ele compartilha com os gatos da vizinhança. 

Por isso, é aconselhável dar banho no seu gato de vez em quando, para cuidar da sua aparência e do seu bem-estar. 

É importante lembrar também que há situações em que o banho é praticamente obrigatório.

É o caso, por exemplo, de um gato que foi operado e é obrigado a usar a coleira elizabetana, de gatos idosos que não conseguem mais fazer a própria higiene pessoal, etc.

Com que frequência você deve dar banho no seu gato?

A frequência ideal para dar banho no gato varia. 

Na verdade, é necessário levar em consideração vários fatores, como o tipo de pelo, a estação do ano e o estilo de vida do animal. 

Se o seu gatinho não tem acesso a área externa, então o tempo entre um banho e outro pode ser maior.

Mas, se ele vive se aventurando pela vizinhança, então você deve ter um cuidado maior.

Em geral, um gato de pelo médio a longo, precisa tomar banho a cada 2 a 3 semanas.

Já espécies de pelo curto, pode ser suficiente uma vez a cada 2 meses.

Porém, você não deve dar banho no seu gato com muita frequência.

Porque pode causar problemas na pele dele, e também levar ao enfraquecimento do pelo.

Dicas para não assustar o gato

Dar banho no seu gato exige atenção, calma e, acima de tudo, uma boa dose de paciência. 

Antes de tudo é preciso criar um bom sentimento no seu gato, tranquilizando-o com gestos afetuosos, um tom de voz calmo e movimentos lentos. 

É também aconselhável evitar determinados comportamentos que o possam incomodar ou assustá-lo.

Em especial, tenha cuidado para não colocar o animal debaixo de água corrente, nunca o esfregue contra o pelo e evite molhar zonas particularmente sensíveis e delicadas, como olhos, orelhas e focinho. 

A mesma atenção deve ser dada à secagem, de preferência com secador silencioso. 

Então, seria bom ligar esses aparelhos alguns minutos antes de direcioná-los para o pelo do animal, para que aos poucos se familiarize com o ruído. 

O ideal, porém, é acostumar o gato à água desde filhote.

Durante os primeiros meses de vida ele é sempre muito curioso e muitas vezes, por si mesmo, não hesita em pular em poças ou se aventurar na chuva.

Detalhes a se observar durante o banho

Dar banho no seu gatinho não é uma tarefa difícil, se você souber como fazer isso.

Primeiramente escove o pelo do gato, tanto para remover qualquer emaranhado e prepará-lo para o banho, além de deixá-lo mais calmo e relaxado.

Prepare uma bacia com 10 a 15 cm de água morna (não mais que isso, para não assustá-lo ) e coloque o gato com cuidado na água. 

Lembre-se que a água deve estar em uma temperatura agradável ou você vai assustá-lo, caso esteja fria, ou queimá-lo. 

Molhe o pelo dele com as mãos devagar e esfregue com um shampoo específico para gatos (o ideal seria diluir em um pouco de água).

Ensaboe bem todas as partes do corpo, incluindo a cauda, mas tendo a precaução de evitar a zona do focinho e das orelhas.

Prossiga com o enxágue, usando uma vasilha ou ducha manual na potência mínima, e remova com cuidado todos os vestígios de shampoo.

Enrole o gato em uma toalha para absorver o excesso de água e, em seguida, use o secador de cabelo para terminar de secar.

Dar banho no seu gato visa manter a pelagem brilhante e limpa, sem embaraços e parasitas. 

Se o gato for calmo e estiver acostumado a interagir com água desde filhote, ele pode até gostar de tomar banho.

Se ele ficar resistente a água e mostrar sinais de estresse e evidente desconforto, é melhor não insistir.

Exceto nas raras ocasiões em que o banho é indispensável, você pode cuidar de sua higiene com lenços umedecidos especiais, panos levemente úmidos ou um shampoo de banho a seco para gatos.

E então, gostou de saber que gatos podem tomar banho e das dicas?

Conta para nós nos comentários.

Pode te interessar:

5/5 - (1 vote)