Quando a castração de cachorro é necessária, não faça ele te odiar atoa


castração de cachorro

A castração de cachorro macho é uma cirurgia veterinária que é realizada com cada vez mais frequência.

Mas a motivação para castração deve ser por um problema de saúde ou risco real do seu melhor amigo ficar doente.

Entretanto, houve um pico de pedidos de castração de cães machos, justificado mais por problemas de comportamento do que de saúde.

A castração não deve ser feita apenas para “resolver” problemas comportamentais do cão que irritam os seus donos.

Porque nem sempre esse comportamentos são atribuíveis à testosterona.

Mas são, na maioria das vezes, o resultado de maus hábitos ou interações inadequadas.

A castração de cachorro macho, ou orquiectomia, é uma prática cirúrgica que consiste na retirada dos testículos.

É uma operação definitiva e minimamente invasiva. 

Castração de cachorro: Métodos Alternativos

A orquiectomia é apenas uma das intervenções possíveis.

Menos conhecida e praticada, mas não deve ser subestimada ou excluída a priori.

Também existe a vasectomia e a castração química, temporária e permanente.

O seu veterinário de confiança, a quem você deve entrar em contato neste caso, poderá aconselhá-lo e indicar o tipo de castração correta para o seu caso:

  • A vasectomia, ou deferentectomia, é um processo por meio do qual se fecham os canais deferentes que transportam os espermatozóides dos testículos para o exterior.

    A operação torna o cão infértil, mas não inibe a produção de fluido espermático que não poderá ser expelido, e é degradado pelo corpo.

    Evite que seu cão acasale imediatamente após a cirurgia.

    Porque os espermatozoides vitais permanecem no fluido ejaculatório por cerca de um mês, então o seu cão ainda pode procriar.
  • A castração química é uma alternativa temporária à cirurgia de castração. Para isso, é utilizado um medicamento, a deslorelina, que atua bloqueando a produção de testosterona.

    O medicamento, contido dentro de uma pequena cápsula, é injetado sob a pele e causa infertilidade temporária.
    Mas neste caso, o tempo deve ser calculado.

    O cão deve ser considerado não fértil somente após 6 semanas da inoculação do medicamento e assim permanecerá pelos próximos 6 meses.

    Após o período de vigência do medicamento, se desejar manter a infertilidade do cão, é necessário repetir o tratamento novamente.
  • E, por fim, a castração química permanente dos machos.

    É realizado através da injeção de uma mistura de arginina e gluconato de zinco diretamente nos testículos.

    A próstata e os testículos atrofiam e isso determina a esterilidade do cão.

    Cães castrados tratados com arginina e gluconato de zinco podem produzir espermatozóides que podem sobreviver por até dois meses após o procedimento.

    Portanto, devem ser mantidos longe de cadelas no cio durante esse período.

Qual idade fazer castração de cachorro macho?

É aconselhável aguardar a maturidade sexual: tanto a testosterona quanto os hormônios tireoidianos T3 e T4 são essenciais para o crescimento saudável de um cão. 

A produção desses hormônios acompanha, justamente, o início da maturidade sexual.

Castrar um cão antes do início da produção desses hormônios pode significar que seu cão não será capaz de produzi-los em quantidades suficientes.

E essa deficiência pode afetar sua saúde, sistema imunológico e desenvolvimento.

A desaceleração do metabolismo causada pela diminuição dos hormônios sexuais, devido à castração de um cachorro macho, pode posteriormente causar ganho de peso.

Para remediar o problema, basta regular a dieta do cão.

Quatro razões realmente válidas para castração de cachorro:

  • A Castração elimina o risco de câncer na próstata, glândulas testiculares e anais. Além disso, os cães mais afetados são, geralmente, os idosos.
    A castração, do ponto de vista da saúde, deve sempre ser como uma ferramenta preventiva.
  • Existem cães machos particularmente sensíveis ao chamado de cadelas no cio que, induzidos por estímulos hormonais, tentam acasalar com todas elas.

    A castração nesses casos é uma solução que os ajudaria a relaxar, retirando grande parte do estímulo para copular, e assim, reduzindo a zero as chances de procriar.
  • A coexistência de cães machos e fêmeas requer necessariamente a castração do primeiro ou a esterilização do segundo.

    A fim de evitar ninhadas indesejadas e conflitos entre os membros da matilha.

    Porque os cães sexualmente maduros desenvolvem o instinto de competir pelas fêmeas.

    Mantê-los separados ou isolá-los é uma tarefa muito difícil e muito estressante tanto para os cães quanto para os donos que nem sempre são capazes de lidar com tais situações.

    Esta é outra razão para recorrer à castração.
  • Paralelamente, evita as fugas daqueles cães que fogem de casa para encontrar cadelas no cio mesmo a quilômetros de distância.

Quando a castração de cachorro não é útil

Se todos os problemas comportamentais estivessem realmente relacionados à testosterona, a castração de cães machos poderia ser a solução correta.

Mas os casos de correlação comprovada entre agressão e libido são raros.

A agressão e mordidas de um cão são por causas ambientais e socialização:

  • falta de socialização
  • isolamento social
  • maus tratos

Além disso, as motivações psicológicas e de personalidade:

  • competitividade
  • possessividade
  • territorialidade
  • posição hierárquica

Após a castração do cachorro, o animal apresentará menos territorialidade, diminuição da excitabilidade e sexualidade.

Bem como diminuição da competição intraespecífica, mas a castração não resolverá os problemas comportamentais do cão.

Para isso você deve adestrar o seu cão, principalmente desde filhote.

Em todo caso é sempre imprescindível consultar o seu veterinário, que te dará uma explicação adequada ao seu caso e animal.

E então, essas informações sobre castração de cachorro te ajudaram?

Conta para nós nos comentários.

Pode te interessar:

Como adestrar cão adulto? Veja esses 8 segredos essenciais

5 raças de cachorro menos inteligente e difícil de treinar, conheça

Veja como cuidar de filhote de cachorro do jeito certo