7 mitos sobre cachorros que você acredita, mas não deveria


mitos sobre cachorros

Frequentemente ouvimos alguns mitos sobre cachorros, como cão que abana o rabo está feliz, que os PitBulls são perigosos ou que um ano de um cão são sete anos de um ser humano.

Embora isso tudo pareça verdade, esses são apenas alguns dos mitos que vamos analisar neste artigo.

Aqui estão 7 mitos sobre cães

1. Nada pode ser ensinado a um cão mais velho

Costuma-se dizer que um cão mais velho já tem as suas manias, e devido a sua idade, ele não é mais capaz de aprender coisas novas.

Isso é falso, qualquer pessoa em qualquer idade sempre pode aprender algo novo.

Inclusive nossos cachorros, mesmo sendo um pouco mais velhos, não são exceção.

2. Um ano de um cão corresponde a sete anos de um ser humano

Existe uma diferença entre a idade canina e a humana e, portanto, o cachorro envelhece de forma diferente da nossa.

Deve-se levar em consideração que raças de diferentes tamanhos de cães também têm um impacto na sua longevidade.

Portanto, os cálculos de que a vida de um cão corresponde a sete anos da nossa, não é totalmente falsos.

Mas deve ser considerado à especificidade das características de cada raça de forma individual.

Cachorro vive quantos anos? Veja porque vivem menos que os humanos

3. Pit bulls são perigosos

Nunca caia neste mito, todo filhote de cachorro não nasce agressivo, ele se torna agressivo de acordo com a educação recebida, experiências de vida e vários outros fatores.

Esse mito infelizmente está ligado a uma série de notícias que envolveram algumas raças, especialmente Pitbulls e Rottweilers, que eram usados em rinhas clandestinas.

4. Conforme ele cresce, ele aprenderá

Este mito está completamente errado.

Se certos comportamentos não forem corrigidos desde filhote, o cachorro irá considerá-los como normais e irá repeti-los constantemente.

Afinal, é o mesmo que acontece com os humanos, se você não entender a diferença entre o certo e o errado, você continuará repetindo as mesmas ações.

Nosso cão dificilmente entenderá, por si mesmo, essa diferença após chegar a maturidade.

5. Se o cachorro abana o rabo, significa que ele está feliz

O abanar do rabo de um cão está frequentemente associado à alegria e felicidade, mas na realidade o cachorro move o rabo por diferentes razões, que podem variar da alegria à ansiedade.

Lembre-se de que abanar o rabo pode indicar estados de espírito diferentes.

6. O despeito

Você fica fora por algumas horas e quando volta encontra xixi no carpete, o papel higiênico rasgado e os chinelos roídos…

Nosso primeiro pensamento é que o cachorro ficou com raiva por você não ter o levado.

Na verdade, na maioria das vezes é a ansiedade de separação, que leva ele a ter esse comportamento destrutivo.

7. Para ter um cachorro você precisa de um jardim

Nem todos os cachorro precisam viver ao ar livre.

No entanto, é importante não deixar o seu cão em casa 24 horas do dia, porque isso pode afetar negativamente sua saúde e humor.

Criar ambientes adequados e, acima de tudo, dedicar algumas horas do seu tempo para brincar e passear com o seu cão certamente fará bem aos dois.

Cão de apartamento: Conheça as 7 raças ideais

Pode te interessar:

Querendo adotar um cão que não late? Conheça essas 5 raças

Como saber a raça do meu cão?