Tudo que você precisa saber sobre o gato vira lata, ele vai te surpreender


gato vira lata

Nos últimos anos, cada vez mais pessoas ficaram fascinadas pelo gato vira lata. 

Mas quem disse que um gato deve necessariamente ser de raça pura para nos fazer companhia? 

Se você também observa o seu gato e se pergunta: “Qual é a raça do meu gato?”, este artigo é para você. 

Na verdade, cada gatinho é único, e a beleza dos gatos domésticos comuns é que eles representam um mistério fascinante, já que não podem ser categorizados em termos de aparência e personalidade, como acontece com os gatos de raça pura. 

Então vamos descobrir juntos quais são as principais características do gato vira lata!

Origens do gato vira lata

Para entender a origem do chamado gato sem raça definida, é preciso voltar no tempo. 

Pelas hipóteses mais aceitas, os gatos que conhecemos hoje são todos descendentes do gato selvagem africano (Felis Silvestris Lybica). 

Com o início da civilização, iniciou-se também a domesticação deste felino, que era útil para muitos fins, mas principalmente para caçar os ratos e proteger o estoque de alimentos.

Ao longo dos séculos, esses gatos foram trazidos para as mais diversas áreas do mundo e desenvolveram mutações genéticas espontâneas, dando origem à maioria das raças que conhecemos hoje (enquanto outras nasceram após cruzamentos feitos por criadores). 

Além de mudar devido a mutações genéticas, os gatos também se adaptaram às diferentes áreas do mundo em que viviam e seus climas.

Basicamente, os gatos vira lata são o resultado de séculos de cruzamentos entre diferentes felinos, eles não são uma raça “pura”. 

Eles são praticamente os gatos domésticos comuns. 

Eles também são usados ​​por criadores para criar novas raças de gatos de interior ou aprimorar as existentes com novo material genético.

Personalidade do gato vira lata

Uma vez que não são selecionados pelos criadores, mas se reproduzem “livremente” e aleatoriamente, os gatos podem ter características físicas e de personalidade muito diferentes. 

Cada gato, portanto, terá sua própria personalidade e aparência.

De modo geral, os gatinhos costumam herdar traços de personalidade de seus pais, portanto, basta olhar para eles para ter uma ideia. 

Mas é claro que isso não é uma regra.

Quanto tempo vive um gato vira lata?

Frequentemente ouvimos que os gatos têm sete vidas. 

Isso se deve ao fato de que esses felinos são muito resistentes e, mesmo que caiam de uma altura considerável, conseguem sobreviver. 

Mas é claro que cada um deles tem apenas uma vida. 

Mas quanto tempo pode viver um gato vira lata? 

Em média, um gato pode viver de um mínimo de 10 a um máximo de 20 anos.

Muitas vezes chegam aos 15 anos de idade e, se gozam de boa saúde e estão protegidos dos perigos (por exemplo, se moram dentro de casa e não fora), chegam a viver alguns anos a mais. 

Comparados aos gatos de raça pura, os gatos sem raça certamente vivem mais porque não desenvolvem doenças hereditárias ou distúrbios típicos de animais que sempre se cruzam entre “parentes” muito próximos (funciona exatamente como nos humanos).

A saúde dos gato sem raça

Por não virem de uma única raça ou linhagem felina, os gatos sem raça são muito mais fortes, mais resistentes e mais saudáveis ​​do que os gatos de outras raças. 

Além disso, muitas vezes nas ninhadas há uma verdadeira “seleção natural”, e apenas os gatinhos mais fortes sobrevivem. 

Além disso, os gatos vira lata não são propensos a desenvolver as doenças genéticas que podem afetar os gatos de raça pura. 

Claro, isso não significa que eles nunca ficam doentes ou são imunes a todas as doenças, mas que são mais resistentes e menos propensos a adoecer.

A saúde de um gato depende muito de quão bem seus donos humanos cuidam dele. 

Isso significa garantir uma alimentação adequada e balanceada, exercícios físicos adequados, momentos de brincadeira e o descanso certo (os gatos precisam dormir várias horas por dia). 

Além disso, certifique-se de que seu gatinho more em um ambiente limpo e saudável e de que o leve regularmente ao veterinário para exames.

Alimentação

Como todos os felinos, os gatos vira lata são carnívoros e, portanto, precisam seguir uma dieta na qual as proteínas são o prato principal. 

Como porcentagem, pelo menos 80% de sua dieta deve ser composta de proteínas. 

Antes de escolher uma ração para gatos, você pode pedir conselhos ao seu veterinário. 

A idade, o sexo e a personalidade do seu gato são fatores a serem considerados. 

Além das proteínas, uma boa ração para gatos também pode conter vitaminas, minerais e carboidratos, mas em porcentagem bem menor (principalmente carboidratos, que devem ser mínimos).

Cuidados com a pelagem

Uma característica altamente valorizada dos gatos comuns, é que cuidar de sua pelagem não exige muito esforço. 

É sempre aconselhável escovar a pelagem do seu gato regularmente para evitar nós e bolas de pelo, mas a frequência com que você deve fazer isso depende do comprimento da pelagem. 

Alguns donos de gatos também acham útil dar banho no gato de vez em quando.

Será que os gatos podem tomar banho ou faz mal para eles? Veja

Tipos de gatos vira lata

Os gatos vira lata diferem em cor, tamanho e tipo de pelagem. Vamos tentar dividi-los em três categorias macro.

Gato doméstico de pelo curto

O gato doméstico de pelo curto não requer muitos cuidados porque ele raramente precisa ser escovado com muita frequência. 

Por pelo curto, queremos dizer um máximo de 1,5 centímetros. 

Nesta categoria de gatos de pelo curto temos: Savannah, British Shorthair, Bengal, Birmanês e Manx.

Gatos de pelo comprido

Esses gatos obviamente requerem mais cuidados e escovar o pelo com mais frequência, que pode atingir até 12 centímetros de comprimento. 

Nesta categoria encontramos Persas, Noruegues da Floresta, Ragdolls e Maine Coons.

Gatos sem pelo

Ao toque, a pele desses gatos fica aveludada, como a camurça, pois não têm pelos muito visível. 

Esses felinos precisam de banhos frequentes para manter a pele limpa e saudável e são vulneráveis ​​a queimaduras solares e frio. 

Nesta categoria encontramos Peterbald, Sphynx e Bambino.

Cores e padrões de gatos sem raça

Um gato doméstico de pelo curto ou de pelo comprido, pode nascer com praticamente qualquer tipo de pelagem, tanto na cor como na estampa.

E então, gostou de conhecer um pouco mais sobre os gatos sem raça?

Conta para nós nos comentários como é o seu.

Pode te interessar:

Veja como são formados os gatos Quimera, uma obra prima da natureza

Veja porque os gatos jogam as coisas no chão e o que fazer

O primeiro dia de um gato em casa, o que você precisa saber

5/5 - (1 vote)